Regularização das Contribuições em Atraso

É comum, ao longo da carreira, os profissionais deixarem de contribuir por alguns períodos, criando lacunas no tempo de contribuição que poderão retardar ou até mesmo inviabilizar a concessão de benefícios previdenciários.

Por outro lado, é possível fazer o cálculo das contribuições e regularizar essa situação com o INSS, realizando o pagamento de contribuições atrasadas visando, além da aposentadoria, à manutenção da qualidade de segurado voltando a ter acesso a outros benefícios previdenciários como auxílios-doença ou acidente, pensão, etc.

É importante que o segurado mantenha as suas contribuições em dia porque caso adoeça, se acidente, ou até mesmo venha a falecer, e esteja fora dos períodos que lhe garantam a proteção da Previdência, tanto o segurado quanto a seus dependentes ficarão sem direito aos benefícios previdenciários.

Esse acerto de recolhimentos pode ser feito até mesmo após a concessão da aposentadoria, quando o segurado pretende uma revisão para aumentar o valor do benefício, desde que este tenha sido concedido a, no máximo, 10 anos.

Nesta regularização, todavia, a autarquia costuma realizar a cobrança de juros e multas – o que o judiciário já considerou indevido.

Nós proporcionamos a nossos clientes uma profunda visão de todas as alternativas, dos benefícios e dos eventuais riscos envolvidos em cada caso, agregando informações relevantes para a definição da melhor decisão e da estratégia financeira no momento da regularização dos débitos previdenciários.

Conhecer seus direitos e as regras e requisitos a que estarão submetidos são fatores fundamentais para realizar um, verificando quais períodos poderão ser pagos em atraso, o que será necessário para que tais contribuições sejam aceitas e qual o proveito delas no cômputo do tempo necessário para a concessão do benefício pretendido, sem o desperdício de valores pagos.

 

Contar com uma equipe formada por especialistas na área previdenciária pode fazer toda a diferença. Entre em contato conosco!